quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Google Glass ou Projetc Glass - Óculos de Realidade Aumentada

Salve pessoal, voltei.

Sou mais um consumidor de produtos Google, e depois de ler um pouco sobre o assunto e ver alguns videos, resolvi fazer o primeiro post do Ano, sobre o Google Glass.

Já achei algumas utilidades para ele no meu dia-a-dia, acho que seria melhor e mais seguro do que andar com um smartphone na mão pelas ruas!

O texto abaixo não é de minha autoria, mas meu objetivo é explicar e mostrar mais um tecnologia muito interessante que esta para chegar ao mercado, segue abaixo o texto, e ao fim, alguns videos.

O "vídeo 2" mostra uma entrevista em Português de Portugal e levanta algumas questões interessantes sobre a comercialização.

O "vídeo 3" é uma reportagem sobre o produto, e mostra-o em uso.

O "vídeo 4" é uma reportagem em Português Brasil sobre seus recursos.

E por ultimo, no "vídeo 5", a apresentação do Projeto onde é realizado um salto de paraquedas ao vivo usando o Oculos!!!!



FONTE: http://www.googleglass.com.br/


Apresentamos o mais novo projeto do Google que basicamente é um óculos conectado a internet que se utiliza da tecnologia futurista de realidade Aumentada.
O Projeto Google Glass (óculos do Google) ainda está em fase de testes.
O Óculos é um dispositivo semelhante a um óculos que fixado em um dos olhos disponibiliza uma pequena tela logo acima do campo de visão. A pequena tela apresenta a seu utilizador  mapas, opções de música, previsão do tempo, rotas de mapas, além disso, também é possível efetuar chamadas de vídeo ou tirar fotos de algo que você esteja visualizando e compartilhar imediatamente através da internet.
O Projeto vem sendo mantido pelo escritório do Google X e até o dia 4 de abril de 2012 o Google Glass ainda era um projeto secreto do Google. Atualmente o Google X conta com o apoio de especialistas em alta tecnologia como Richard W. DeVaul e Babak Parviz.
O visual do Óculos do Google parece sofisticado e futurista mas não possui lente dos dois lados. Sabe-se que o Google tem fornecido os protótipos a seus colaboradores afim de poder lançar o produto ainda no ano de 2012.
O lente de projeção do Google Glass não ocupa todo o campo de visão do usuário e possui uma tecnologia de foco que permite ao observador ler seu conteúdo sem a necessidade de mudar seu foco de visão, todos esses cuidados garantem o conforto e a segurança da pessoa que utiliza a tecnologia.
No vídeo do Google Glass, disponível no Youtube como nome de Project Glass – One Day você pode ter uma ideia de como seria utilizar essa tecnologia que promete se tornar quem sabe talvez o substituto do celular convencional.

Videos Adicionais:
Vídeo 1


Vídeo 2

Vídeo 4:


Vídeo 5

TAG: Google, óculos, tecnologia, gps, maps

domingo, outubro 21, 2012

Novos momentos

Sejam todos muito bem vindos.

Observo que mesmo sem atualizações novas a bastante tempo, muitos acessos ainda ocorrem!!

Por este motivo, resolvi voltar ao mundo virtual para agregar alguma informação interessante.

Como minha vida passou por muitas mudanças, vou mudar o foco das postagens, aguardem novidades!!

Desejo a todos bons momentos no AR, no MAR ou na TERRA!




sexta-feira, setembro 09, 2011

Blumenau Enchente Foto Fortaleza Terminal 09/09/2011 de manhã

Algumas fotos com mais de 12,50m de água no Rio Itajai Açu.

Muita gente na ViaExpressa, o transito chega a parar, encomoda muito o pessoal que precisa mesmo sair de casa.


quinta-feira, setembro 08, 2011

quarta-feira, maio 11, 2011

ORACLE - DROP DATABASE - APAGANDO BANCO


Boa tarde a todo(a)s.

Este post foi retirado do Blog do Sr. Rodrigo Almeida, muito util por sinal.

Segue copia original:

Olá,

Umas das new features mais bem-vindas do Oracle Database 10g, é a opção DROP DATABASE, antigamente, até a versão 9iR2, eliminar um banco de dados era uma coisa demorada e chata. Agora, com essa nova opção, apagar um banco de dados está igual a eliminar uma tabela ou qualquer outro objeto.

Ao invocar o comando DROP DATABASE, todos os seus control files, arquivos de redo logs, datafiles e seu arquivo de parâmetro (PFILE/SPFILE) são apagados do servidor, ou seja, todos os arquivos que são listados internamente no control file, onde estão localizados os arquivos para aquele determinado banco de dados, são eliminados.

Para utilizar o DROP DATABASE, existe algumas restrições, veja:

  • O banco de dados deve estar montado, ou seja, sem acesso aos usuários.
  • Ao montar o banco de dados, deve estar no modo exclusivo (Exclusive mode) e não compartilhado.
  • Quando for montar o banco de dados, a opção de RESTRICT deve ser utilizado. Significa que apenas usuários com opção de acesso restrito são permitidos.

Abaixo, vou passar um exemplo prático de como utilizar esse comando.

[oracle@pelspos18 ~]$ sqlplus “/ as sysdba”
SQL*Plus: Release 10.2.0.4.0 - Production on Fri Sep 5 11:40:44 2008
Copyright (c) 1982, 2007, Oracle.  All Rights Reserved.
Connected to:
Oracle Database 10g Enterprise Edition Release 10.2.0.4.0 - 64bit Production With the Partitioning,
Data Mining and Real Application Testing options
SQL> shutdown immediate;
Database closed. Database dismounted.
ORACLE instance shut down.

SQL> startup mount restrict pfile='/u01/app/oracle/admin/finp/pfile/initfinp.ora';
ORACLE instance started.
Total System Global Area 3221225472 bytes
Fixed Size 2087416 bytes
Variable Size 1543505416 bytes
Database Buffers 1593835520 bytes
Redo Buffers 81797120 bytes
Database mounted.

SQL> drop database;
Database dropped.
Disconnected from Oracle Database 10g Enterprise Edition Release 10.2.0.4.0 - 64bit Production With the Partitioning,
Data Mining and Real Application Testing options

SQL> exit

Atenção

Ao iniciar a instância em MOUNT RESTRICT, utilizei a opção de iniciar por um arquivo de parâmetro alternativo, pois, quando eu executar DROP DATABASE, eu não queria eliminar esse arquivo.

PRONTO! Banco de dados eliminado, é válido lembrar que arquivos como: archives, cópias de backup ou backupsets gerados por RMAN e traces gerados pelos serviços de background, não são apagados pelo DROP DATABASE, o DBA deverá apagar esses arquivos manualmente.